Atividades

As reflexões de Fanon acerca do movimento de Negritude

Contextos
Cultura, política e identidade: Frantz Fanon e o Movimento de Negritude

Voltar para o início Cultura, política e identidade: Frantz Fanon e o Movimento de Negritude

Programa

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

O Minicurso pretende apresentar as reflexões de Frantz Fanon a respeito do movimento de Négritude, surgido no universo intelectual afro-diaspórico de língua francesa a partir da terceira década do século XX.

Os encontros, mediados à leituras prévia de textos escritos por Fanon, oferecerão um espaço de troca e aprofundamento de conteúdos que permitam não apenas a compreensão a respeito da teoria fanoniana mas, sobretudo, a possibilidade diálogo entre essa teoria e algumas grandes questões do nosso tempo, como a relação entre cultura, política e identidade.

Programa
06/06. A cultura e a políticas do movimento de Negritude
Apresentação dos aspectos estéticos, teóricos e políticos do movimento de Negritude
Leitura recomendada: Guimarães, A. S. A modernidade Negra. In: Intelectuais negros e modernidade no Brasil (2002). (pp. 01-29).

08/06. O Colonialismo e o Duplo Narcisismo
Apresentação dos aspectos gerais da teoria fanoniana, enfatizando as noções de Colonialismo e duplo narcisismo.
Leitura recomendada: Fanon, F. "Experiência vivida do negro", in: Pele negra, máscaras brancas (2008. pp 103- 126).

13/06. Racismo, cultura e identidade: o caso do véu
Apresentação da noção fanoniana de cultura e problematizar a sua relação com a política no contexto de luta antirracista.
Leitura recomendada: Fanon, F. "Racismo e cultura". in: Em defesa da revolução africana (FANON, 1969. pp 34-48).

Transcrição da conferência do autor ao I Congresso de Artistas e Escritores Negros, Paris, 1956 e "A Argélia se desvela". In: Três ensaios sobre a Argélia e um comentário (FANON, 1995).

20/06. Consciência Nacional X Nacionalismo.
Apresentação da noção fanoniana de identidade e problematizar a atualidade de sua posição para a compreensão dos movimentos políticos e culturais contemporâneos
Leitura recomendada: Fanon, F. Desventuras da consciência nacional. In: Os condenados da terra. Pp. 121-168.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Foto: Barraki CC BY 3.0 via Wikimedia Commons)

Palestrantes

Deivison Nkosi Faustino

Deivison Nkosi Faustino

Integrante do Grupo Kilombagem e do Instituto Amma Psique e Negritude. É doutor em sociologia e professor do Eixo Ser Humano e sua Inserção Social, da UNIFESP onde desenvolve pesquisas sobre relações raciais e produção intelectual de autores negrxs.
(Foto: Acervo Pessoal)

Material

Guimarães, A. S. A modernidade Negra. In: Intelectuais negros e modernidade no Brasil (2002). (pp. 01-29).

Fanon, F. "Experiência vivida do negro", in: Pele negra, máscaras brancas (2008. pp 103- 126).

Fanon, F. "Racismo e cultura". in: Em defesa da revolução africana (FANON, 1969. pp 34-48).

Transcrição da conferência do autor ao I Congresso de Artistas e Escritores Negros, Paris, 1956 e "A Argélia se desvela". In: Três ensaios sobre a Argélia e um comentário (FANON, 1995).

Fanon, F. Desventuras da consciência nacional. In: Os condenados da terra. Pp. 121-168.

Data

06/06/2017 a 20/06/2017

Dias e Horários

Terças e Quintas, 14h às 18h

*Não haverá aula no dia 15/6.

As inscrições podem ser feitas a partir de 24 de maio às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira