Atividades

Um balanço das estratégias, conquistas e limites da atuação do movimento LGBT no Brasil

Contextos
Da repressão ao reconhecimento precário: história do movimento LGBT no Brasil

Voltar para o início Da repressão ao reconhecimento precário: história do movimento LGBT no Brasil

Programa

Dialogando com algumas das principais teorias sobre os movimentos sociais, o curso pretende discutir como foi possível a emergência do então chamado "movimento homossexual" brasileiro, hegemonizado por homens gays, ainda durante a ditadura instaurada em 1964.

De uma fase mais postura mais abertamente contestatária do Estado e de suas instituições judiciais, denunciando as violências constantes, será examinado como, a partir de meado dos anos 80, o movimento passa a adotar uma concepção marcada pelo registro legal de suas associações civis, cobrança de políticas públicas, colaboração com o Estado e reivindicações sob a forma do direito.

Além disso, serão analisados a reorganização do movimento, sobretudo no início da década de 90, com a epidemia do HIV/Aids, para priorizar a luta por políticas de saúde; o contexto de maior diversidade de identidades políticas e de demandas específicas no interior do movimento; a integração pelo consumo desses segmentos em um mercado com traços específicos e as tentativas de construções de alianças interseccionais que atravessaram a constituição do movimento.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Ben Tavener)

Palestrantes

Renan Quinalha

Renan Quinalha

Professor de Direito da UNIFESP. Advogado e ativista de direitos humanos. Doutor em Relações Internacionais. Foi assessor jurídico da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo e consultor da Comissão Nacional da Verdade para assuntos de gênero e sexualidade.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

24/01/2018 a 02/02/2018

Dias e Horários

Quartas e Sextas, 17h30 às 20h30

As inscrições podem ser feitas a partir de 19 de dezembro às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira