Atividades

Apresentação da proposta do coletivo formado por professoras da rede pública.

Contextos
Escola: espaço para ação cultural – Grupo Beija-fulô

Voltar para o início Escola: espaço para ação cultural – Grupo Beija-fulô

Programa

O Grupo Beija-fulô é um coletivo sem fins lucrativos, formado por professores da rede pública municipal da cidade de São Paulo que vem, desde 2002, dedicando-se à pesquisa, prática, ensino e difusão das cantigas e danças populares brasileiras das diferentes regiões do país.

Iniciado a partir de oficinas  requisitadas pelas próprias professoras para suprir lacunas existentes em suas formações, uma parceria foi organizada entre a coordenadoria de Educação e a Secretaria Municipal de Cultura, que viabilizou os encontros semanais com vivências oferecidas por Renata Mattar e Téo Menezes na Casa de Cultura da Penha. O objetivo sempre foi de que as educadoras pudessem saborear e enriquecer suas atividades em sala de aula, multiplicar o conhecimento adquirido com seus pares e desenvolver projetos pedagógicos nas escolas onde atuavam.

Durante o percurso de sua formação, o grupo se consolidou possibilitando a continuidade do projeto e, em 2005, foi contemplado pelo Programa de Valorização das Iniciativas Culturais (VAI) promovido pela Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.  Cada vez mais solicitado para socializar suas ideias em congressos e demais eventos públicos na capital e interior, o grupo passou também a realizar várias apresentações em diversos contextos educativos e culturais. Dessa forma, alguns espetáculos foram realizados: "O ciclo da vida", "Lá na rua das pedrinhas", "No balanço da peneira", entre outros.

Com o intuito de atender uma demanda que se configurou em diferentes ocasiões, com constantes solicitações pelo público (principalmente professores e arte educadores em geral), e sentindo a necessidade de produzir, compartilhar e disponibilizar um material de áudio que apresentasse os ritmos e as melodias da cultura tradicional brasileira, em 2009 o grupo lançou seu primeiro CD independente e de cunho totalmente autoral, com o título "No quintal da nossa casa". O Beija-fulô atualmente compreende um conjunto de aproximadamente 28 integrantes, com idades entre 10 e 84 anos, nos quais se agregam maridos, filhas, mães e netas, tornando-se uma grande família.

*Mediação de Edson Martins Moraes, bibliotecário, pedagogo, mestre em artes visuais pela UNESP e técnico de programação do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de março, às 14h, pela Internet ou nas unidades do Sesc em São Paulo.


(Foto: Roberto Lucarelli)

Palestrantes

Zeneide Alves

Zeneide Alves

Pedagoga, pós-graduada em Linguagens das Artes no Centro Universitário Maria Antônia – USP.

Data

24/04/2014 a 24/04/2014

Dias e Horários

Quinta, 10h às 12h.

Local

Rua Pelotas, 141 - Vila Mariana
5º andar - Torre A
São Paulo/SP

Valores

R$ 6,00 - comerciários e dependentes
R$ 15,00 - usuários matriculados e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 30,00 - inteira

Inscreva-se agora