Atividades

O surgimento do Ministério da Cultura no Brasil e suas reverberações

Pesquisa em Foco
História da Política Cultural no Brasil (1981-1993)

Voltar para o início História da Política Cultural no Brasil (1981-1993)

Programa

Esse ciclo de debates joga luz sobre as políticas culturais brasileiras entre 1981 a 93. Procura-se demonstrar como estas impactaram a realidade, provocando transformações, bem como permitindo o envolvimento de novos atores que se tornam partícipes do processo de mudanças da sociedade brasileira.

O ciclo tem a curadoria de Fábio Maleronka Ferron, e propõe discutir esse período, o qual engloba o processo de construção do MinC em 1985 e as polêmicas em torno da pertinência ou não de sua criação; a gestão de Celso Furtado e a criação da Lei Sarney; a campanha presidencial de 1989 e o ano de 1990, quando o presidente eleito impôs uma verdadeira mudança que impactou significativamente o campo cultural.

A extensão e o significado do impacto causado pelas medidas baixadas naquele ano por Collor, que levaram à extinção do MinC, da Lei Sarney e à dissolução de inúmeras fundações, bem como as repercussões que essas mudanças causaram na vida de artistas, intelectuais e gestores culturais são analisadas.

E, finalmente, o debate sobre o período de distensão, a gestão Sérgio Paulo Rouanet e a política cultural até o ano de 1993.

06/04. Compasso de Espera (1983)
Com Heloisa Buarque de Hollanda, Marcelo Ridenti e Maria Rita Kehl.

11/04. A criação do MinC: Ministério da Cultura, Necessário ou Supérfluo?(1983 -1985)
Com Albino Rubim, Joaquim Toledo Jr e Lia Calabre.

18/04. Os ensaios sobre a Cultura (1986- 1988)
Com Angelo Oswaldo de Araújo Santos, Fábio Magalhães, Pablo Ortellado e Rosa Freire d’Aguiar Furtado.

25/04 _ A despedida do Ministério da Cultura e artistas em pé de guerra  (1989- 1990)
Com Brasílio Sallum, Wagner de Melo Romão, Dimitri Pinheiro da Silva e Yacoff Sarkovas.

02/05. Política Cultural em estilo soft e mecenato privado (1991-1993)
Com Francisco Weffort, Isaura Botelho, Maria Arminda do Nascimento Arruda e Nabil Georges Bonduki.
Mediação: Fabio Maleronka Ferron.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Matheus José Faria)

Palestrantes

Nabil Georges Bonduki

Nabil Georges Bonduki

Professor de Planejamento Urbano da FAU-USP. Quando vereador, foi o relator e autor do texto aprovado do Plano Diretor Estratégico de SP (2002/14).
(Foto: Acervo Pessoal)

Albino Rubim

Albino Rubim

Professor do Programa Multidisciplinar de Pós-Graduação em Cultura e Sociedade e do Programa de Artes Cênicas, ambos da UFBA.
(Foto: Acervo Pessoal)

Angelo Oswaldo de Araújo Santos

Angelo Oswaldo de Araújo Santos

Secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais. Foi presidente do Instituto Brasileiro de Museus. Jornalista, escritor e advogado.
(Foto: Acervo Pessoal)

Brasílio Sallum

Brasílio Sallum

Professor de Sociologia da USP. Participa dos conselhos editoriais das revistas: Lua Nova - Revista de Cultura e Política e Tempo Social - Revista de Sociologia da USP.

Dimitri Pinheiro da Silva

Dimitri Pinheiro da Silva

Possui mestrado e doutorado em Sociologia pela USP. Realizou estágio sanduíche no Women Research Center da Universidade da California.
(Foto: Acervo Pessoal)

Fábio Magalhães

Fábio Magalhães

É diretor artístico do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba. Dirigiu a Pinacoteca do Estado de São Paulo. Presidiu o Memorial da América Latina.
(Foto: Acervo Pessoal)

Fabio Maleronka Ferron

Fabio Maleronka Ferron

Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de SP, e consultor do Ministério da Cultura em Brasília (Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos) durante a gestão Gilberto Gil.
(Foto: Acervo Pessoal)

Francisco Weffort

Francisco Weffort

 Foi ministro da cultura entre 1995 e 2002. Foi professor da USP na cadeira de Ciência Política. É autor de O Populismo na Politica Brasileira – (Ed.Paz e Terra), entre outros.
(Foto: Garapa - Coletivo Multimídia. CC 2.0)

Heloisa Buarque de Hollanda

Heloisa Buarque de Hollanda

É diretora do Programa Avançado de Cultura Contemporânea da UFRJ, onde desenvolve o projeto Universidade das Quebradas.
(Foto: Marcelo Correa)

Isaura Botelho

Isaura Botelho

Pós-doutora no Département des études, de la prospective et des statistiques do Ministério da Cultura e Comunicação da França. É consultora do Centro de Pesquisa e Formação do Sesc São Paulo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Joaquim Toledo Jr

Joaquim Toledo Jr

Possui doutorado em Filosofia pela Unicamp. É pesquisador do Núcleo Direito e Democracia (Cebrap) e autor do livro didático Filosofia Cidadã (AJS, 2016).

Lia Calabre

Lia Calabre

Doutora em História pela UFF, onde é professora do Programa de Pós-Graduação em Cultura e Territorialidades. Pesquisadora da Fundação Casa de Rui Barbosa.
(Foto: Acervo Pessoal)

Marcelo Ridenti

Marcelo Ridenti

Professor de Sociologia no IFCH –UNICAMP. Autor de “Em busca do povo brasileiro: artistas da revolução, do CPC à era da tv” (Ed. UNESP).
(Foto: Acervo Pessoal)

Maria Arminda do Nascimento Arruda

Maria Arminda do Nascimento Arruda

É professora do Departamento de Sociologia USP. Autora de “Florestan Fernandes: Mestre da Sociologia Moderna” (Ed. Paralelo 15), entre outros.
(Foto: Cecilia Bastos)

Maria Rita Kehl

Maria Rita Kehl

Psicanalista, ensaísta e jornalista. Autora de "O tempo e o cão - atualidade das depressões", que recebeu o Jabuti do Ano em 2010.
(Foto: Acervo Pessoal)

Pablo Ortellado

Pablo Ortellado

Professor do Curso de Gestão de Políticas Públicas da USP. É coautor do livro "Movimentos em marcha: ativismo, cultura e tecnologia".
(Foto: Acervo Pessoal)

Wagner de Melo Romão

Wagner de Melo Romão

É professor do Departamento de Ciência Política do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp. É pesquisador do CEBRAP.
(Foto: Acervo Pessaol)

Yacoff Sarkovas

Yacoff Sarkovas

Sócio e CEO da Edelman Significa e da Zeno, no Brasil. Foi membro fundador da Rede Brasil e da Rede Latino-Americana de Promotores Culturais.
(Foto: Retratos Edelman Significa 217)

Rosa Freire d’Aguiar Furtado

Rosa Freire d’Aguiar Furtado

É tradutora e editora. Recebeu o prêmio Jabuti de tradução e o União Latina de Tradução Científica. É presidente do conselho deliberativo do Centro Celso Furtado.
(Foto: Carlos Will)

Data

06/04/2018 a 02/05/2018

Dias e Horários

6/4, Sexta, 19h às 21h30.
11/4, 18/4, 25/4 e 2/5,
Quartas, das 19h às 21h30.


Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira