Atividades

Bernardo Loureiro apresenta dados urbanos

Em Debate: Cidade, Moradia e Políticas Urbanas
Mapas e sistemas de visualização de dados da cidade

Voltar para o início Mapas e sistemas de visualização de dados da cidade

Programa

As cidades contemporâneas produzem informações em escala e velocidade vertiginosas: dados de GPS, transações financeiras, mensagens trocadas, crimes, incidentes de trânsito. Em paralelo, crescem a capacidade técnica para processar esses dados e sua utilização por governos e pela indústria.

Neste curso iremos problematizar os aspectos técnicos da produção e utilização de dados urbanos, assim como seus impactos éticos e sociais. Quem são os produtores e detentores desses dados? Como eles moldam conhecimentos, políticas e, consequentemente, dão forma à cidade material?

O curso é dividido em quatro aulas temáticas: 1. infraestrutura, 2. visualização, 3. simulação e 4. colaboração. Em cada uma dessas aulas iremos apresentar casos e leituras para discussão. Ao fim de cada aula os participantes irão aplicar os conceitos aprendidos para tratar de uma questão urbana de sua escolha.

Programa:
4/9 - Infraestrutura de dados urbanos
Nesta aula iremos abordar as infraestruturas e sistemas técnicos que possibilitam a produção de dados sobre cidades. Iremos problematizar como esses dados são criados, processados, armazenados, comodificados, politizados e operacionalizados.

11/9 - Visualização, informação e comunicação
Dados sobre as cidades são transformados em informação ao serem comunicados através de diversos tipos de visualizações. Nesta aula vamos discutir visualizações e seus impactos no entendimento dos dados e das cidades.

18/9 - Modelagem, simulação e algoritmos
Dados também servem como base material para produção de modelos, simulações e algoritmos sobre as cidades. Iremos nesta aula questionar a eficiência, utilidade, viéses e impactos éticos e sociais desses desenvolvimentos nas cidades.

25/9 -  Colaboração, exploração e open source
Na última aula iremos apresentar alternativas aos modelos e aplicações de dados apresentados anteriormente. Discutiremos como a relação entre espaço urbano e dados pode ser repensada através de modelos colaborativos, crowdsourced , explorações artísticas e open source.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Foto: Bernardo Loureiro)

Palestrantes

Bernardo Loureiro

Bernardo Loureiro

Urbanista e programador, especializado em mapeamento, análise e visualização de dados. Criador do laboratório de visualização urbana Medida SP. Graduado em arquitetura e urbanismo pela USP e mestre em desenho urbano pela Parsons School of Design de Nova Iorque.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

04/09/2018 a 25/09/2018

Dias e Horários

Terças, 10h às 12h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 28 de Agosto, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira