Atividades

A prática da literatura resiste ao contexto cultural adverso, e tem dado provas de grande vitalidade, em termos de quantidade, de variedade e de qualidade

Autografias
Mutações da literatura no Século XXI

Voltar para o início Mutações da literatura no Século XXI

Programa

Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação no ato da inscrição, com no mínimo dois dias de antecedência da atividade.

Segundo Leyla Perrone-Moisés a literatura perdeu o prestígio que tinha no passado. Reverenciada até meados do século XX como uma atividade nobre e essencial na sociedade, passou a ser vista como uma forma de comunicação entre outras.

O crescimento avassalador da indústria cultural, constituída de espetáculos audiovisuais, jogou a boa literatura para escanteio como uma prática antiga e elitista. A mídia reservou espaço cada vez menor à crítica literária, privilegiando os aspectos espetaculares da atividade literária, como as feiras e os prêmios.

Enquanto isso, a literatura tem sido progressivamente banida os currículos escolares, que tem sido pensado como uma preparação para o enquadramento futuro dos alunos na vida profissional. Por outro lado, a literatura responde à necessidade humana de algo mais do que a simples sobrevivência.

A arte só é útil indiretamente, na medida em que ela lida com objetivos superiores, como o desejo de enxergar e compreender a realidade para além de sua aparência e a capacidade de alterá-la pela imaginação. Neste encontro, a escritora discute temas atuais da literatura contemporânea, sobre os quais refletiu em seu recém-lançado livro "Mutações da literatura no século XXI" (Cia. das Letras, 2016).

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

(Foto: Divulgação Companhia das Letras)

Palestrantes

Leyla Perrone-Moisés

Leyla Perrone-Moisés

Professora Emérita da FFLCH da USP. No exterior, lecionou em universidades francesas e norte-americanas. É autora de livros de crítica literária, tendo se dedicado especialmente às obras de Roland Barthes, Fernando Pessoa e Lautréamont. Em 2013, recebeu o Prêmio Fundação Bunge pelo conjunto da obra.

(Foto: Renato Parada)

Data

09/02/2017 a 09/02/2017

Dias e Horários

Quinta, 19h30 às 21h30

As inscrições podem ser feitas a partir de 26 de janeiro às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

Grátis