Atividades

Para conhecer três temas fundamentais do legado de Ivan Illich

Perspectivas
O Pensamento de Ivan Illich

Voltar para o início O Pensamento de Ivan Illich

Programa

Ivan Illich é autor de várias obras, algumas traduzidas em 25 línguas. Nos seus numerosos escritos ele contestou  muitas das instituições e estruturas sociais existentes na contemporaneidade. No Brasil entre seus livros mais conhecidos estão “Sociedade sem escolas” e “A Expropriação da Saúde: Nêmesis da Medicina”. Este ciclo ilumina o legado intelectual desse pensador austríaco, nascido em 1926, falecido em 2002. Escreveu com profundidade sobre uma gama de temas, como: educação, medicina, trabalho, ecologia, gênero, entre tantos outros, o que lhe rendeu a nomeação de polímata.

É considerado um autor fundamental no contexto da contracultura, pela forma lúcida e crítica como interpretou a sociedade contemporânea, e por reflexões que ainda reverberam e alimentam o tempo presente e a busca por alternativas para o bem viver.

13h – 14h30 | Entre Utopia e Desencanto (vídeo conferência)
O projeto de pesquisa coletiva “Entre Utopia e Desencanto”, formado por um grupo de artistas, educadores, ativistas, e não profissionais, convocados por Sofía Olascoaga, tem como intenção aproximar-se da experiência do CIDOC (Centro Intercultural de Documentación), cofundado por Iván Illich na cidade de Cuernavaca, no início dos anos sessenta. Estudando em conjunto, e de forma não académica, as ideias do próprio Illich sobre a possibilidade de traçar espaços para aprendizagem autónoma, desafiando a imaginação institucionalizada, e a possibilidade de organizar a nossa sociedade, sem passar pela mediação institucional das necessidades, mas partindo das relações de presença, e da criação de ferramentas convivenciais.
Com Sofía Olascoaga.


14h45 – 16h15| Saúde

Ideias do último Illich
A cultura atual da saúde é pseudo-autonomista: busca uma responsabilização imperativa baseada na obsessão com o corpo perfeito. Devemos agora simplesmente renunciar à ideia de saúde, cujo sentido original hoje é irrecuperável, deplorar pelo que se foi e reconhecer nossa impotência.
Com Roberto Passos Nogueira.

Pensando a Medicina Hoje
Quando a Medicina passa a causar mais dano do que benefício, qual é a conduta a se tomar? Causas relacionadas às intervenções de profissionais da saúde já são a segunda maior causa de mortalidade no Brasil. Como chegamos a isto? Quem são os responsáveis? O que precisa ser feito para reverter o que está estabelecido? Existe perspectiva de mudança? Qual é o horizonte?
Com Rafael Reinehr.


16h30 – 18h | Ecologia e Trabalho

O dia em que conheci – Poseidon
A crise ecológica já passou, afirma o aluno de Illich, Sajay Samuel. Se tomamos o termo krisis tal qual os hipocráticos diante de uma doença, a crise era o momento crucial em que se caminhava para a recuperação ou para o declínio final dos batimentos. Faz sentido falar de crise ecológica? Será que já não ultrapassamos esse ponto? É possível uma ecologia na esfera do vivido? De qualquer forma, a noção de sobrevivência — própria dos tempos escatológicos — não agrada a Ivan Illich. Entre o discurso da morte e o discurso das formas-de-vida, Illich sempre navegou pelo segundo com clareza ímpar de que o primeiro é central na jornada do respiro.
Com Neto Leão.

A natureza do trabalho em Ivan Illich
Essa fala parte de uma deriva pelas ideias de trabalho de Ivan Illich e convida outros pensadores para dialogar e, assim, criar um texto-conversa sobre a natureza do trabalho.
Com Fabio Tremonte.


19h30 – 21h| Educação

A atualidade do pensamento de Ivan Illich
É comum para os leitores da obra de Ivan Illich afirmarem que ele estava a frente de seu tempo. Refletindo sobre a educação em geral e a escola em especial já na década de 70 do século passado, Illich apontou problemas fundamentais da contradição entre o que a escola promete como instituição monopolizadora da educação e o que ela entrega, bem como os custos dessa promessa que não se realiza. Passados mais de 40 anos de seus escritos, o quadro dramático da educação no Brasil, e em muitos países em desenvolvimento mostram que Illich tem muito a contribuir com a compreensão de nossa realidade. Nesse sentido, pretendo abordar a atualidade do pensamento de Ivan Illich a luz do impacto das novas tecnologias da informação na educação. 
Com Paulo Lisandro Marques.

Herança crítica
As ideias de Ivan Illich ainda repercutem dentre aqueles que questionam a naturalização da escola pública. Investigar a atualidade da crítica do autor à institucionalização capitalista de valores como a educação é o objetivo desta apresentação, que procura também apontar linhas de fugas para que essa instituição fundamental das democracias contemporâneas possa ser reinventada.
Com Lilian Kelian.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Se você necessita de recursos de acessibilidade, como tradução em Libras, audiodescrição, entre outros, solicite por e-mail ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade. centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

(Ilustração: Ivan Illich)

Palestrantes

Sofía Olascoaga

Sofía Olascoaga

Atua na interseção entre arte e educação, como pesquisadora e curadora de programas públicos. Seu foco é a ativação de espaços para o pensamento crítico e a ação coletiva. Foi cocuradora da 32a Bienal de São Paulo, curadora acadêmica do Museo Universitario de Arte Contemporáneo na Cidade do México.
(Foto: Adrián Martínez)

Rafael Reinehr

Rafael Reinehr

Médico endocrinologista e instrutor de mindfulness, com uma curiosa abertura às possibilidades orientais e não industriais da Medicina. É fundador do portal Medictando.com, um espaço de educação em saúde, qualidade de vida, bem-estar e felicidade.
(Foto: Acervo Pessoal)

Neto Leão

Neto Leão

Sempre sentiu que o rio da sua aldeia é o maior do mundo; ávido leitor de Fernando e suas Pessoas, de Manuel de Barros, de Dostoiévski e de Ivan Illich. Cursou o programa de Mestrado em Ecologia Aplicada na USP, em Piracicaba (EsalQ). É doutorando em Ambiente e Sociedade na UNICAMP, além de professor e andarilho do Projeto Encontros (jornada de visitas aos amigos de Ivan Illich ao redor do mundo, ao lado de sua esposa, que retrata por meio da pintura esses amigos, enquanto entrevistados).
(Foto: Acervo Pessoal)

Fabio Tremonte

Fabio Tremonte

Artista visual.  Bacharel em artes plásticas e mestre em artes visuais pelo ECA-USP. Na Patagônia argentina, sou curador da Residencia Artistica Barda del Desierto em companhia de Maria Eugenia Cordero e Nicolás Rey. Em 2017, fui curador pedagógico da segunda edição de Frestas - Trienal de Artes de Sorocaba.
(Foto: Lais Myrrha)

Paulo Lisandro Marques

Paulo Lisandro Marques

Doutor em Sociologia pela Faculdade de Sociologia e Ciência Política da Universidad de Granada (Espanha) e mestre em Sociologia pela UFRGS.  Professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas.
(Foto: Rita Gomes)

Lilian Kelian

Lilian Kelian

Historiadora, educadora e militante da rede de educação democrática. No Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária, desenvolve intervenções e pesquisas sobre políticas públicas educacionais para as juventudes. Consultora responsável pelo projeto educativo da 33ª Bienal.
(Foto: Danilo Ramos)

Roberto Passos Nogueira

Roberto Passos Nogueira

Médico, doutor em saúde coletiva pela UERJ e pesquisador do IPEA.
(Foto: Adriana Marques)

Data

29/11/2018 a 29/11/2018

Dias e Horários

Quinta, 13h às 21h.

As inscrições podem ser feitas a partir de 25 de Outubro, às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 15,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 25,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 50,00 - inteira

Inscreva-se agora