Atividades

Carla Cristina Garcia, Fabio Mariano e outros

Conferências e Seminários
Seminário Necropolítica: Políticas de Morte

Voltar para o início Seminário Necropolítica: Políticas de Morte

Programa

O Seminário tem por objetivo propor a discussão em torno do que chamamos de políticas da morte que ocorrem sob a tutela do estado. Se por um lado nos cabe discutir essas questões sob a ótica do conceito e da perpetuação de uma prática macro que ocorre no cotidiano das nossas cidades, por outro cabe destacar quais são os sujeitos que têm sido sistematicamente atingidos por essa política - lgbts, mulheres, população negra e indígenas.
  
Organizações não-governamentais, movimentos sociais, coletivos, associações e outros organismos tem sido enfáticos às denúncias a respeito das constantes violações investidas contra esses sujeitos.  Invisibilizados, subalternizados, estigmatizados, esses grupos são destacados de maneira semelhante ao quadro apresentado pela pensadora estadunidense Judith Butler como vidas precárias.
 
O intelectual camaronês Achille Mbembe, a partir da proposta teórica de M. Foucault em que destaca o exercício do poder estatal sobre corpos e vidas, têm afirmado, ao se afastar das formas tradicionais de definição do termo, que a questão da Soberania do estado é ampla e largamente utilizada não só para apresentar e retratar o poder estatal em relação as questões limítrofes sócio-espaciais, mas também para falar da disposição do estado em se utilizar desse poder para decidir sobre "quem deve viver e quem deve morrer".

Assim, utiliza-se do conceito de Necropolítica para retratar a atuação do estado e, por consequência, quais dentre os seus sujeitos e grupos irão viver e morrer.

Cronograma
05/04 - Políticas de Morte - Mediador: Professor Me. Fábio Mariano
14h30 - A morte em Foucault e Agamben - Professor Dr. Marcos Nalli - Universidade Estadual de Londrina (UEL).
15h00 - Necropolítica em Achille Mbembe - Prof Dr. Renato Noguera - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro .
15h30 - Perguntas dos participantes.
16h00 - Coffee Break.
16h30 - O corpo e a morte - Profa. Dra. Christine Greiner - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).
17h00 - O Estado e a Morte - Allyne Andrade - IBCCrim.
17h30 - Perguntas dos participantes.
18h00 - Encerramento.

06/04 - Vidas precárias - Mediadora: Profa Dra. Carla Cristina Garcia
14h00 - LGBTs - Renan Quinalha e Helena Vieira.
14h40 - População Negra - Juliana Borges.
15h20 - Mulheres - Ana Paula Portella e Monique Prada.
16h00 - Coffee Break.
16h30 - Indígenas - Gersem Baniwa.
17h10 - Perguntas dos participantes.
18h00 - Encerramento.

As inscrições pela internet podem ser realizadas até um dia antes do início da atividade. Após esse período, caso ainda haja vagas, é possível se inscrever pessoalmente em todas as unidades. Após o início da atividade não é possível realizar inscrição.

Condições especiais de atendimento, como tradução em libras, devem ser informadas por email ou telefone, com até 48 horas de antecedência do início da atividade.
centrodepesquisaeformacao@sescsp.org.br / 11 3254-5600

Palestrantes

Allyne Andrade

Allyne Andrade

Doutoranda e mestre em Direitos Humanos pela USP. Supervisora do núcleo de Educação do IBCCRIM.
(Foto: Acervo Pessoal)

Ana Paula Portella

Ana Paula Portella

Doutora em Sociologia, pela UFPE, mestra em Saúde Pública pelo Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães/Fiocruz. Possui graduação em Psicologia pela PUCcamp. Pesquisadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Violência, Criminalidade e Políticas Públicas de Segurança da UFPE.
(Foto: Acervo Pessoal)

Andreia Beatriz Silva dos Santos

Andreia Beatriz Silva dos Santos

Graduada em Medicina pela UFCSPA e mestra em Saúde Coletiva pela UEFS. Atualmente é médica na Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e professora da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Carla Cristina Garcia

Carla Cristina Garcia

Doutora em Ciências Sociais pela PUC/SP, com pós-doutorado pelo Instituto José Maria Mora (México). É professora da PUC-SP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Christine Greiner

Christine Greiner

Professora da PUC-SP. Há dez anos, vem traduzindo a obra de Kuniichi Uno (livros, artigos e conferências) e compartilhado com ele, seminários e cursos. É autora dos livros Butô, pensamento em evolução, Leituras do Corpo no Japão; e Fabulações do Corpo Japonês, entre outros.
(Foto: Acervo Pessoal)

Fabio Mariano

Fabio Mariano

Doutorando em Ciências Sociais pela PUC-SP. Bacharel e mestre em Direito pela PUC-SP.
(Foto: Acervo Pessoal)

Gersem Baniwa

Gersem Baniwa

Mestre e doutor em Antropologia Social pela UnB. Membro do Conselho Nacional de Educação. Coordenador-fundador do Observatório de Direitos Indígenas. Professor da UFAM.
(Foto: Acervo Pessoal)

Helena Vieira

Helena Vieira

Escritora e ativista transfeminista. Graduada em Gestão de Políticas Públicas pela USP.

Juliana Borges da Silva

Juliana Borges da Silva

Estuda Sociologia e Política na FESPSP. Foi assessora da Secretaria do Governo Municipal e Secretária Adjunta de Políticas para as Mulheres da Prefeitura de São Paulo (2013-2016). Ativista antiproibicionista e antipunitivista.
(Foto: Acervo Pessoal)

Marcos Nalli

Marcos Nalli

Mestre em educação pela UEM.  Doutor em Filosofia pela Unicamp. Professor da Universidade Estadual de Londrina.
(Foto: Acervo Pessoal)

Monique Prada

Monique Prada

Trabalhadora sexual, feminista, ativista pelos direitos das prostitutas. Uma das fundadoras da CUTS - Central Única de Trabalhadoras e Trabalhadores Sexuais, integra o Grupo Assessor da Sociedade Civil da ONU Mulheres no Brasil.

Renan Quinalha

Renan Quinalha

Graduado em Direito pela USP. Mestre em Direito e Doutor em Relações Internacionais pela USP. Graduando em Ciências Sociais pela USP. Foi assessor da Comissão estadual da Verdade de São Paulo.
(Foto: Acervo Pessoal)

Renato Noguera

Renato Noguera

Professor de Filosofia da UFRRJ. Doutor em Filosofia pela UFRJ, Mestre em Filosofia e Epistemologia da Psicanálise pela UFSCar.
(Foto: Acervo Pessoal)

Data

05/04/2018 a 06/04/2018

Dias e Horários

Quinta e Sexta, 14h às 18h30.

As inscrições podem ser feitas a partir de 22 de março às 14h, aqui no site do Centro de Pesquisa e Formação ou nas Unidades do Sesc em São Paulo.

Local

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 - 4º andar
Bela Vista - São Paulo.

Valores

R$ 18,00 - credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 30,00 - pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 60,00 - inteira